Skip to content

Como Posso Sacar Meu FGTS

Para milhões de trabalhadores brasileiros a pergunta “Como posso sacar meu FGTS?” ocupa um espaço bastante considerável em momentos decisivos de suas vidas, pois o saque lhes permite a realização de projetos muito importantes e há tempos esperados.



Em nosso artigo de hoje falaremos do assunto, e o primeiro tópico será exatamente uma visão geral sobre as respostas para a já mencionada pergunta: “Como Posso Sacar Meu FGTS?”.

Em seguida dedicaremos um tópico a o que precisa para sacar o FGTS, outro assunto que possui muitas dúvidas junto aos interessados.

Também falaremos sobre quais são os documentos necessários para sacar FGTS, esclarecendo tudo o que a pessoa deseja reunir para efetivar o saque desse benefício.

Depois explicaremos como sacar FGTS com cartão cidadão, uma tarefa que para muitos brasileiros ainda gera dificuldades.

Um tópico relacionado será o referente a se consigo sacar o FGTS sem Cartão, deixando clara a possibilidade, ou não, em fazê-lo.



Em nosso artigo, será explicado se posso sacar meu FGTS na Lotérica, proporcionando informações sobre esse possível canal de recebimento do benefício.

E finalmente será explicado qual é o prazo para sacar o FGTS após demissão, informando sobre esse trâmite burocrático que impacta diretamente o recebimento do benefício. Todos os processos anteriores são tão simples quanto como funciona o FGTS.

Como Posso Sacar Meu FGTS
Comsso Sacar Meu FGTS

Como Posso Sacar Meu FGTS

Os procedimentos sobre “como posso sacar meu FGTS?” são claros e diretos. Para que se possa conseguir obter o benefício, um trabalhador necessita estar ciente das seguintes informações:



Primeiramente, o FGTS não é passível de ser sacado em qualquer situação, estando restrito a algumas delas. Elas são:

  • Pessoas que já estão aposentadas;
  • Pessoas que comprarão um imóvel pela primeira vez;
  • Pessoas portadoras de doenças comprovadas;

Essas são as situações mais corriqueiras, havendo outras bastante específicas.

Enquadrando-se em qualquer uma das situações previstas em lei, a pessoa deve dirigir-se à Caixa Econômica Federal, que é o banco designado para a gestão dos recursos do FGTS.

De maneira geral, o saque ocorre com a transferência direta para o fim que a pessoa escolheu. É também possível que ele seja depositado diretamente em uma conta da própria Caixa. Contudo, também é possível sacá-lo na boca do caixa.

O Que Precisa Para Sacar o FGTS?

Compreendido o processo geral, vamos falar agora sobre o que precisa para sacar o FGTS.

Para que o processo de saque seja iniciado serão exigidos da pessoa interessada alguns documentos simples, que fazem parte do cotidiano da pessoa ou de sua vida profissional, como veremos a seguir.

Quais São os Documentos Necessários Para Sacar FGTS?

É importante que se saiba quais são os documentos necessários para sacar FGTS.

Como várias são as situações que possibilitam o saque, citaremos a documentação para a situação de demissão sem justa causa. Informações adicionais podem ser encontradas no site do próprio banco.

Abaixo mencionamos a relação deles: 

  • Documento de identidade com foto;
  • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social, retendo cópias das páginas CTPS (folha de rosto/verso e da página do contrato de trabalho), em caso da rescisão ter sido feita a partir de 11/11/2017;
  • Número do PIS/PASEP ou NIS ou NIT
  • TRCT, TQRCT/THRCT, para as rescisões formalizadas até 10/112017;
  • Termo de audiência e conciliação da Justiça do Trabalho, homologado pelo juiz do processo que reconheça a dispensa sem justa causa, no evento em que ela resultar de um acordo ou conciliação em reclamação de natureza trabalhista, quando se tratar de uma ação trabalhista;
  • Termo de conciliação emitido pela Comissão de conciliação prévia, quando a rescisão ocorrer por Termo de conciliação;
  • Sentença do Juízo Arbitral, se a rescisão for estabelecida através de sentença do juízo arbitral;
  • Em se tratando de cargo de Diretoria, atas das assembleias geral ou do Conselho de Administração que tenha deliberado por:
  1. Nomeação;
  2. Eventuais reconduções;
  3. Término do mandato;
  4. Exoneração do diretor não empregado.

Elas devem ser registradas ou no Cartório de Registro de Títulos e Documentos ou na Junta Comercial, ou de suas publicações em Diário Oficial ou em um jornal de grande circulação. Também pode haver ato próprio da autoridade competente publicado em Diário Oficial, quando se tratar de um diretor não empregado.

Como Sacar FGTS Com Cartão Cidadão

Uma maneira bastante prática de ter acesso aos recursos é saber como sacar  FGTS com Cartão Cidadão.

Após desbloqueá-lo, o trabalhador estará apto a fazer os saques. Uma senha lhe será fornecida pela Caixa Econômica Federal para que essa, bem como outras operações, possa ser feita.

Uma vez de posse do Cartão Cidadão e da senha você pode:

  • Dirigir-se a um terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal;
  • Inserir o Cartão Cidadão no local apropriado da máquina;
  • Escolher a opção “FGTS”;
  • Escolher a opção “Saque”;
  • Digitar a sua senha.

É conveniente dizer que, antes de efetuar o saque, deve-se consultar o saldo para que se tenha certeza de que os valores estão corretos.

Consigo Sacar o FGTS Sem Cartão?

Um dos questionamentos mais comuns quanto ao benefício é se “consigo sacar o FGTS sem cartão?”. Sim, contudo, também é importante explicar que é possível fazê-lo se o valor não exceder R$ 100,00.

Para que a pessoa possa efetivar o saque sem o Cartão Cidadão, basta que ela apresente seu documento de identidade original com foto seu número de CPF.

Posso Sacar Meu FGTS na Lotérica?

Também muito se questiona se “posso sacar meu FGTS na Lotérica?”. Sim é possível. Para valores até R$ 100,00 o saque pode ser feito em qualquer agência lotérica, mediante a apresentação dos documentos mencionados anteriormente.

Qual é o Prazo Para Sacar o FGTS Após Demissão?

Vamos falar agora sobre qual é o prazo para sacar o FGTS após demissão.

Considerando-se a situação que permite o saque do FGTS que estamos explorando ao longo do artigo, ou seja, demissão sem justa causa, é obrigatório que o empregador comunique a Caixa Econômica Federal através do canal eletrônico “Conectividade Social”. 

Executado esse procedimento em até 5 dias úteis o trabalhador estará apto para sacar seu benefício.